Comunidade

Comunidade

Comunidade Nossa Senhora Aparecida

         A História de fundação da Comunidade Nossa Senhora Aparecida do Bairro XV de Novembro é muito interessante e merece ser lembrada. Foi na década de 1974 a 1984 por ocasião do chamado, êxodo rural que muitas famílias de pequenos agricultores, proprietários de terras ou agregados, saíram do interior e vieram morar na cidade. Muitas dessas famílias se estabeleceram em nossa cidade próxima ao Bairro Colonial, (Hoje Bairro 15 de Novembro), Nas proximidades da Escola Municipal 15 de Novembro (ou aula 15 de Novembro, assim chamada por muitas pessoas).

         Os filhos dessas famílias, na sua maioria de religião católica, e outras que já residiam no bairro, frequentavam a escola, que além de outras disciplinas, recebiam aula de ensino religioso.

         Foi durante essas aulas, que teve inicio uma pesquisa junto às famílias católicas, feita pela professora Anair Joana Bonfada, na época diretora dessa escola, que constatou um elevado nº de crianças, jovens e adultos, que ainda não foram recebidos os sacramentos do batismo, crisma e matrimônio.

         Um Nº bastante elevado dessas famílias eram assíduas participantes em suas comunidades do interior, e ao chegar na nova morada, ficaram desorientadas, quanto e em qual igreja a seguir.  

Já que desejavam continuar na igreja católica e participar das celebrações e cumprir com as obrigações religiosas, mas queixaram-se que estavam enfrentando muitas dificuldades de toda ordem.

         Ciente da referida situação a diretora Anair Joana Bonfada dirigiu-se até paróquia da natividade, onde expôs os acontecimentos ao pároco Luiz Gadza, e Zdzislau  Malczerroski o anseio das famílias e solicitou a eles atendimento religioso na mesma escola. Os padres ouviram atentamente a explanação e felizes por dar inicio a mais uma comunidade católica, aceitaram o pedido ficando de marcar logo a data para o primeiro encontro (Missa) no salão de festas da escola.

   Satisfeita com a resposta positiva dos padres, a diretora passou a boa nova noticia as famílias, providenciou as inscrições para as crianças jovens e adultos, para participarem das reuniões de catequese, cursos, a fim de receberem os sacramentos que lhes faltavam, também pediu às famílias que não faltassem às celebrações que seriam marcadas em breve.

         Já com as atividades religiosas a passos firmes, foi formando um grupo de pessoas voluntárias, a fim de auxiliar e administrar a nova comunidade católica, realizar promoções, auxiliar na liturgia e outros que se faz necessários.

         A escolha dos casais foi feita de comum acordo sendo indicados pela comunidade, não tendo um titular, mas todos. Os escolhidos foram os seguintes: Antônio e Cecília Boeno, Mara dos Santos, Natal e Inge Denes, Neri e Iolanda Fim, Luiz e Maria Pavlack.

   A primeira promoção realizada pela 1ª diretoria foi um almoço, (Arroz Carreteiro), no mês de outubro de 1985, ao custo de R$ 3.00. Não temos o valor arrecadado com a promoção, com esta receita foram adquiridos objetos necessários à mesa eucarística.         

No dia 4 de novembro de 1985, a 2ª turma recebeu a 1ª eucaristia na nova comunidade, sendo o celebrante o padre Zdzislau  Malczerroski, sob a coordenação da diretora ANAIR.

         Antecedendo a crisma de 18 jovens e adultos devemos destacar a importante visita do Bispo Dom Jacó a um grupo de alunos e catequizados da escola. O qual era muito esperado. Dom Jacó falou da importância de termos uma religião, boa educação e muita fé.

         A primeira turma, que foram preparados na escola, para receber a crisma foi 18 jovens e adultos no dia 23 de outubro de 1986, realizados na Capela do Bairro Glória do Divino Espírito Santo, celebrada pelo bispo Dom Jacó.

         A partir de maio de 1987 com a instalação da Paróquia Cristo Rei, da qual a nossa comunidade passou a fazer parte e a ser atendida pelo novo pároco Silvestre Otonelli, o primeiro Pároco da recém fundada Paróquia Cristo Rei, a paróquia não possuía carro, então a profª. Anair transportava com seu carro da Paróquia até a nossa Comunidade para as celebrações.

         Destacamos as importantes visitas feitas as famílias. Permanecendo durante um mês na comunidade, levando a palavra de “Deus”, esperança, e muita fé as mesmas. No dia 24 de junho de 1988 foi realizada a primeira eucaristia de 22 crianças e jovens, celebrada pelo padre Silvestre Otonelli.

   Sob a direção da nova paróquia, começou a pensar na criação de uma padroeira (o) para a comunidade, e também em uma sede para a mesma, a ideia foi tomando forma, e através de uma pesquisa entre as famílias foi escolhido o nome e passou a chamar-se Comunidade Nossa Senhora Aparecida do Bairro XV de Novembro.

         Em 2010 a Comunidade passou por uma grande reforma na sua estrutura interna e externa desde pinturas até a remodelação total do altar, coordenada então pelo Padre atual da época, também sob os cuidados do Padre da época a comunidade passou a ter o Conselho de Economia e Administração, o qual se faz presente nos dias atuais da Comunidade.